“Parador Neptunia”, novo disco de Tamy, junta sons do Brasil e do Uruguay

27 de abril de 2017
Veja vídeo "Te Parece", de Rubén Rada,
no final do texto.


A cantora e compositora TAMY, capixaba radicada em Montevideo desde 2012, aposta no minimalismo e no intercâmbio entre sons latinos no seu quarto disco, “Parador Neptunia”, que acaba de chegar ao mercado nas plataformas digitais e, em maio, chega no formato físico.

No álbum, TAMY se divide entre o português e o espanhol e apresenta canções clássicas do repertório popular uruguaio. “Apostamos num som mais minimalista, misturando beats cosmopolitas com tambores de candombe e ainda com a música brasileira”, afirma a artista, que também acaba de lançar o videoclipe da música “Te Parece’, composição do uruguaio Rubén Rada que faz parte do disco.

Filmado em Neptunia e dirigido pelas uruguaias Camila G. Jettar e Marina Fernández, o videoclipe de “Te Parece” desvenda o balneário místico e quase secreto do Uruguai. Trata-se de um local onde músicos, artistas e pessoas de espírito livre se encontram para fazer música, poesia e performance.

A canção de Rubén Rada, um dos maiores artistas de seu país, recebe releitura com a sonoridade que já faz parte do universo da cantora. Aos 73 anos, Rada é um dos músicos mais atuantes do Uruguai e um dos principais representantes do candombe, ritmo tradicional do folclore uruguaio surgido a partir da mistura de sons africanos trazidos ao Rio da Prata pelos escravos.

O candombe ganhou TAMY na fase uruguaia e, atualmente, divide espaço em suas produções com a bossa e o balanço que marcam sua trajetória desde o álbum “Soul Mais Bossa”. Outra grande influência da cantora atualmente é o projeto “TamyInvita”, em que se apresenta com artistas uruguaios e brasileiros, em Montevideo.

Trajetória

Compositora, cantora e instrumentista, TAMY começou a carreira musical em Vitória em 2002. Em 2006, lançou seu primeiro álbum, “Soul Mais Bossa”, que abriu portas para uma sólida carreira no ES e fora dele. 

O disco levou a artista a países como França, Inglaterra, Portugal, Japão, Angola e Moçambique. Em 2008, lançou o disco TAMY, que teve a canção “Vem Ver” como tema da novela das 21 horas da Rede Globo, Viver a Vida, que também gerou um videoclipe.

Em 2010, a cantora foi convidada a fazer, em Vitória, o show da turnê do mais importante prêmio da música do Brasil, o Prêmio da Música Brasileira, junto a Lenine, Zélia Duncan e Arlindo Cruz. 

Em 2013, lançou “Caieira”, seu terceiro disco, com participação de Lokua Kanza, Roberto Menescal, Jaques Morelenbaum, Kassin e Davi Moraes. “Caieira” veio acompanhado de dois videoclipes: o da música “Eu Tô Com Você”, que fez parte da trilha sonora do filme brasileiro “A Onda da Vida”; e o da música “Mãe África”, com participação do congolês Lokua Kanza.

Com Ana Laura Nahas
Serviço
Lançamento selo Dubas, distribuição da Universal Music.
Para ouvir o disco:
https://open.spotify.com/album/4524Af8lA8qLZVX4cnLsnH

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49