Bianca Cangini: controle as taxas de colesterol se alimentando bem

30 de agosto de 2016


O colesterol alto é uma doença que pode ser controlada mudando o cardápio do dia a dia e os hábitos de vida, diz a nutricionista Bianca Cangini(foto)


Bons hábitos de vida e alimentação saudável. Estes parecem ser a solução para muitos problemas de saúde, e não é diferente para o controle do colesterol alto. O colesterol é uma substância gordurosa que todo mundo tem, naturalmente, no corpo, com a função de manter cada célula do corpo funcionado de forma adequada. Entretanto, o acúmulo de colesterol no sangue pode aumentar o risco de doenças do coração e outros males.

O colesterol é transportado pelo corpo através de proteínas, o que chamamos de lipoproteína – que pode ser Lipoproteína de alta-densidade (HDL) e Lipoproteína de baixa-densidade (LDL). 

O controle do LDL, conhecido como “colesterol ruim” é essencial para que o nosso corpo produza hormônios corretamente. Os valores devem estar entre 70 e 100mg/dL, que podem ser mantidos através da prática de atividade física e alimentação saudável. 

- “O excesso de LDL pode acumular nas nossas células e artérias, diminuindo o espaço entre elas; e uma das principais causas do colesterol elevado no sangue é a quantidade de gordura saturada que ingerimos”, explica a nutricionista Bianca Cangini.

Desta forma, a solução para este mal pode não estar nos remédios, mas no controle da alimentação.

-  “É totalmente possível manter o colesterol equilibrado comendo bem. Os alimentos gordurosos e hábitos de vida pouco saudáveis, como o tabagismo e o sedentarismo, devem ser evitados”, enfatizou. 

A nutricionista recomenda evitar as frituras, os molhos cremosos, as carnes gordas (com muita gordura), os miúdos, os frios e embutidos, o leite integral, os biscoitos recheados, os doces, os salgadinhos, as tortas e empadões, e as gorduras de origem animal, em geral, como a manteiga, os queijos amarelos, a gema de ovo, e o leite integral.

- “Para manter boas taxas de colesterol, priorize frutas e vegetais crus, gorduras saudáveis, tais como azeite, abacate e castanhas, os peixes de água fria como a sardinha e o atum, as carnes magras, os leite e iogurtes desnatados, os alimentos integrais, as leguminosas, os queijos brancos e os alimentos ricos em fibras, como, por exemplo, a aveia, o grão-de-bico, a soja, etc. Alimentos como alho, alcachofra, berinjela, cenoura e óleo de camelina também são ótimos para controlar o colesterol LDL naturalmente”, ressalta Bianca.

Geralmente, quem tem colesterol alto não apresenta sintomas, por isso recomenda-se a realização de exames de rotina dos níveis de colesterol total e frações, principalmente para aqueles com fatores de risco associados, como histórico familiar, diabetes e hipertensão.

Com Letícia Passos

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49