Começa nesta quarta-feira Rota Verão do 22º Festival de Cinema Vitória Itinerante

19 de janeiro de 2016


Nelson Ned, entre outros do cenário "música brega", participa de “Vou Rifar Meu Coração”, primeiro filme do circuito



Entre os próximos dias 20 e 31 de janeiro, o 22º Festival de Cinema de Vitória Itinerante - Rota Verão percorrerá de norte a sul do litoral do Espírito Santo com exibições gratuitas de filmes brasileiros. 

Atualmente morando em Portugal, Igor integra o elenco da novela “Coração d’Ouro, no canal SIC, onde faz par romântico a atriz Diana Chaves.

Na TV Brasileira, apareceu no horário nobre integrando o elenco da novela “Fina Estampa” na TV Glogo. Igor tem trabalhos no teatro e já foi visto em várias campanhas publicitárias, e desfilou recentemente para Nuno Gama na Moda Lisboa.


O apresentador das sessões será o ator e modelo capixaba Igor Marchesi (foto)


A Rota Verão do circuito de cinema ao ar livre vai percorrer cinco municípios capixabas com sessões gratuitas em ruas, praias e praças. 

Nesta quarta-eira, dia 20, o balneário de Iriri, em Anchieta, litoral sul do ES, recebe a exibição de abertura. 

Na telona, o público irá assistir ao longa-metragem “Vou Rifar Meu Coração” de Ana Rieper, documentário afetuoso e bem humorado sobre a música brega brasileira. O 22º Festival de Cinema de Vitória - Rota Verão segue até o próximo dia 31 de janeiro e ainda passará pelos municípios de Guarapari, Conceição da Barra, São Mateus e Linhares.



Foto: Cacá Lima

Para Lucia Caus (foto), diretora do 22º Festival de Cinema de Vitória Itinerante, essa iniciativa possibilita o acesso democrático e uma aproximação afetuosa do público com o cinema brasileiro: 


- “além de ser um excelente lazer cultural e contribuir com a formação de plateias, as exibições itinerantes são sempre surpreendentes, carregadas de emoção, pois, para alguns espectadores, essa é a primeira vez em que assistem a um filme na telona”.

As sessões do Festival de Cinema de Vitória Itinerante recriam uma sala de cinema com equipamento de projeção e de som adequados em algumas localidades que não dispõem de cinema. Por se tratar de um evento cultural acessível a uma faixa etária ampla, as exibições se tornam uma atividade vivenciada por toda a comunidade. Ao final das exibições, o público presente ainda participa do sorteio de brindes.

Homenagem ao brega

O longa “Vou Rifar Meu Coração” faz uma viagem ao imaginário romântico e afetivo brasileiro a partir da obra dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como brega. 

Tendo a música como guia e uma crônica de costumes, o longa mostra o universo emocional e amoroso dos fãs e dos principais artistas desse gênero musical popular.

Em “Vou Rifar Meu Coração” os temas das músicas se relacionam com as histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais. 
Além das pessoas que abrem seus corações e contam suas histórias, o filme tem os depoimentos de Agnaldo Timóteo, Wando, Amado Batista, Lindomar Castilho, Nelson Ned, Walter de Afogados e de Rodrigo Mell, este último é representante da nova geração do brega.

No documentário, a diretora Ana Rieper busca fugir dos estereótipos construídos pelo senso comum em torno de alguns personagens e traz para a telona um Brasil nem sempre revelado, porém muito representativo. “Vou Rifar Meu Coração” foi para a televisão sob o formato de uma série homônima com veiculação pelo Canal Brasil (2013) e pela TV Brasil (2015). 

Para essa produção, além de trechos no longa-metragem, foram utilizadas imagens captadas para o filme, mas que não fizeram parte de sua edição final.
Ana Rieper é documentarista e diretora de TV há cerca de 10 anos. 

Tem formação nas áreas de Cinema, Antropologia e Geografia. Tem caracterizado sua trajetória pela realização de filmes que buscam entender a cultura popular brasileira e a história dos costumes a partir da intimidade e da vida cotidiana. Atua também como diretora de filmes institucionais nas áreas de Meio Ambiente, Arqueologia e projetos ligados a movimentos sociais.

O 22° Festival de Cinema de Vitória Cine Itinerante é uma realização da Galpão Produções e do Instituto Brasil de Cultura e Arte (IBCA). Conta com o patrocínio do Ministério da Cultura, através da Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal, da Petrobras, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Rede Gazeta. 
Veja a programação completa:

22° Festival de Cinema de Vitória Itinerante – Rota Verão

20 jan - Iriri - Anchieta
Horário: 20 horas
Local: Praia Costa Azul
23 jan - Guarapari
Horário: 20 horas
Local: Praia do Morro (em frente à Arena Verão)
26 jan - Vila de Itaúnas - Conceição da Barra
Horário: 20 horas
Local: Em frente à Igreja de São Sebastião
29 jan – Guriri - São Mateus
Horário: 20 horas
Local: "Praça de Guriri / Av. Oceano Atlântico"
31 jan - Vila de Regência - Linhares - 20h
Horário: 20 horas
Local: Praça Caboclo Bernardo
IMPORTANTE: todas as sessões são gratuitas!

Vou Rifar Meu Coração (Documentário / 78 minutos / 2012 / Brasil), de Ana Rieper.

Lindomar Castilho, o que matou a mulher, é outro brega do documentário

Sinopse: o filme é um convite para que embarquemos numa viagem sobre imaginário romântico e afetivo brasileiro a partir dos principais nomes da música popular romântica, também conhecida como brega. Letras de músicas de artistas como Odair José, Agnaldo Timóteo, Waldick Soriano, Evaldo Braga, Nelson Ned, Amado Batista e Wando, entre outros, formam verdadeiras crônicas dos dramas da vida a dois. No documentário, os temas das músicas se relacionam com as histórias da vida amorosa de pessoas comuns, enfrentando o desafio de falar sobre a intimidade de pessoas reais, em situações reais.

Enviado por Danielle Ewald

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49