Jornalista Izabel Mendonça lança livro Lisboa com Afeto em novembro, antes de voltar para Portugal

16 de outubro de 2015


A jornalista capixaba Izabel Mendonça lança pela Editora Pedregulho em meados de novembro próximo o livro “Lisboa com Afeto”, relatando a história de um imigrante brasileiro em Portugal, com suas dificuldades e também seus encantos.

Em tempos de crise, muitas pessoas pensam em ir viver fora do país, tentar a vida em outro lugar, e Portugal sempre vem à mente dos brasileiros, principalmente por conta da língua portuguesa.

Cerca de 2,5 milhões de brasileiros vivem hoje fora do país. O contingente é o maior já registrado no Brasil e tem na crise econômica e na busca por melhores condições de vida suas principais causas.

A estimativa é oficial. Foi elaborada pelo Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Os números incluem tanto as pessoas que estão no exterior legalmente quanto aquelas consideradas ilegais pelas autoridades locais - que são classificadas pelo Itamaraty de "irregulares".

Formalmente, há 1,8 milhão de brasileiros fora do país. São pessoas que emigram e informam voluntariamente à embaixada ou ao consulado brasileiro sua localização no exterior.

Mais da metade dos brasileiros que decidem morar no exterior escolhe os Estados Unidos como principal destino. Logo em seguida vem o Japão e a seguir Portugal, onde está a terceira maior comunidade brasileira no exterior.

O romance "Lisboa com afeto" é baseado em sua experiência no país onde viveu por quatro anos e meio, trabalhando e estudando. 

Em 110 páginas Izabel (foto) conta sua trajetória em Portugal, através da personagem Gabriela, desde quando esta optou por ir embora, a escolha do lugar, as dificuldades e os trabalhos diversificados pelos quais passou, o preconceito por ser brasileira, os amigos que conquistou, a luta e a vitória na Justiça Portuguesa para mostrar que estava sendo explorada no trabalho, até a opção de retornar ao Brasil, e retratar em um livro tudo o que lhe aconteceu.

Prefácio

O livro é prefaciado pelo jornalista Sergio Denicoli, também do Espírito Santo, publicitário, jornalista, doutor em Comunicação Social e pesquisador do Centro de Estudos em Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho, em Portugal, e por Fernando Carreiro, que é jornalista, leitor voraz, crítico e bon vivant - não necessariamente nessa ordem - analista de cenários políticos e econômicos e consultor de marketing.

Em dezembro Izabel Mendonça (foto) retorna a Portugal para o lançamento de seu livro em terras lusitanas.

Pitaco do Oleari


Na foto, Bel Mendonça registra o período em que ela trabalhou em Portugal, também como correspondente do Portal Don Oleari Ponto Com.

Nos falávamos sempre. Ela e o caríssimo Bruno Herculano veizincando mandavam matérias da terrinha, xous de brasileiros, manifestações e quetais, mas o Sindicato dos Jornalistas de Portugal começou a pegar no pé deles.

Eles me contaram a história e e eu, embora meiqui constrangido - afinal, um portalzim de merda, de província, sem qualquer expressão - perguntei a eles: dirrepentimenti vocês não conseguem deles autorização para trabalhar como correspondentes do Portal Don Oleari Ponto Com?

Disse que tinha CNPJ, tinha tudo - menos euros pra pagar os dois kkkkkkkk - eles consultaram o Sindicato, que autorizou. Preparei a papelada - vixe, faia nossa...preparei a documentação, enviada por vias eletrônicas, eles levaram ao Sindicato e deu tudo certo. 

Num dos lances que achei ducacete, o "grande título" de correspondente do Potal DOPC lhe valeu convite para falar numa universidade de Lisboa sobre o "trabalho do correspondente estrangeiro". 

Ahhh, essa daí, achei durabu...

Budaguiubariu, pensei eu, repetindo o turquim da feira, "afinal, esta porra de Portal foi útil pralguma coisa útil". 

Aí, o registro na contracapa, que Bel me mandou gentilmente. Ela e Bruno voltam pra Portugal não só pro lançamento do livro; vão pra ficar, trabalhar e batalhar na terrinha. Talvez este indefectível Portal DOPC / Rádio Clube da Boa Música ganhe novamente seus correspondentes no antigo Reino. Um beijo ao casal e os melhores votos de muito trabalho, muitos euros e muitos vinhos dusbão (Oswaldo Oleari).

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49