Orlando Eller: Aos pais

8 de agosto de 2015
A vida deu-me algumas crianças de presente. Mas nada me disse.
Enquanto pude, dediquei a elas o meu colo, quem sabe nem tanto quanto deveria.

Elas me pediam extasiadas que cantasse serenatas enternecidas e lhes narrasse
contos de fantasia: depois, as embalava para que dormissem sono seguro;
sem medo, eu sei, elas sonharam sonhos celestiais.

Nunca me contaram a respeito, mas pude notar em seus olhos refletida luz de anjos de olhos azuis flutuantes desmanchando nuvens no céu.

E eu fiquei sozinho querendo mais uma criança a que abraçar.





Orlando Eller 
é jornalista

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49