Exposição “Aquela mata” de Raphael Bianco vai até 13 de setembro na Galeria Matias Brotas

26 de agosto de 2014

A exposição individual “Aquela mata”, do artista Raphael Bianco, vai até 13 de setembro na Galeria Matias Brotas Arte Contemporânea.

A terceira mostra individual do artista na galeria conta com curadoria do carioca Waldir Barreto, professor de teoria da arte da UFES.

A exposição é composta por 14 pinturas (acrílica e óxido de ferro sobre tela), além de quatro desenhos em caneta sobre papel 60% algodão.

Trabalhando com telas em grandes dimensões (1m x 2.4m cada) cobertas por óxido de ferro, pigmento natural que altera de forma imprecisa o resultado final da paleta de cores escolhida, Raphael explora o tema da mata e sua essência misteriosa através de uma pintura que oscila entre o figurativo e a abstração, em uma pesquisa que investiga os limites do olhar e da memória.

Em sua exposição anterior, "entre linhas", de 2011, o artista iniciara essa investigação debruçando-se sobre horizontes compostos por três elementos frequentemente explorados na pintura de paisagem: o oceano, as nuvens e a mata.

Agora, o ponto de partida imediato para a presente exposição foi uma inversão de um horizonte tradicional onde a mata situa-se no plano inferior e as nuvens no plano superior. Uma mata que se ergue acima das nuvens, acima da neblina.

O texto de apresentação foi assinado pelo professor de filosofia da UFES, Fernando Pessoa.

A partir dessa abordagem, Raphael (foto) passa a explorar então as possibilidades e os desafios que habitam o interior dessa mata nebulosa, com toda a desorientação espacial e temporal que afetam aqueles que decidem nela entrar.

As obras, nas palavras do curador Waldir Barreto: "Um estupor cheio de murmúrios e vapores, cujo rastro palpável de tinta e gesto vislumbra o intangível." Além das telas, a exposição conta também com desenhos de cavernas em caneta em uma única tonalidade de vermelho, mas que, devido à sutil diversidade de tons dos papéis escolhidos, aparentam ser executados em diferentes tons de tinta.

Raphael ainda ressalta que se interessa sempre por temas que lhe permitam explorar o lugar do homem no mundo, como seus medos e desejos. Imagens desfocadas, horizontes e elementos de paisagens são objeto constante de seu interesse e trabalho.

Sobre Raphael Bianco

Formado em Direito pela UFES, Raphael atuou na área de 1995 a 2000. Nesse período trabalhou em São Paulo e também em Buenos Aires.

Iniciou um LL.M (Master of Laws) na New York University (NYU), o qual interrompeu no ano 2000 e resolveu voltar para o Brasil e se afastar do Direito.

Desde então iniciou sua pesquisa artística, como autodidata, retornando à pintura e ao desenho, áreas das quais se dedicava desde criança.

Exposição: “Aquela mata”
Artista: Raphael Bianco

Curadoria: Waldir Barreto
Local: Galeria Matias Brotas - Avenida Carlos Gomes de Sá, 130, Vitória/ES. (subida da Maternidade Santa Úrsula.
(27) 3327-6966.
Período da mostra: até 13 de setembro
Horário de funcionamento da Galeria Matias Brotas – Terça a sexta – das 10 às 19h e sábado das 10h às 15h -Entrada gratuita

Com informações de Danielle Ewald

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49