Avanti Popolo, de Michael Wahrman, recebe Troféu Marlin Azul de Melhor Longa do Festival de Vitória – 20° Vitória Cine Vídeo

2 de novembro de 2013
Neste sábado, 2 de novembro, o Festival de Vitória – 20° Vitória Cine Vídeo encerrou sua maratona de cinema com a entrega de 20 premiações e duas Menções Honrosas no palco da Estação Porto, no Centro de Vitória/ES.

O grande vencedor da noite foi o longa-metragem “Avanti Popolo”, de Michael Wahrman, que recebeu o Troféu Marlin Azul de Melhor Longa e 1 cópia em DCP cedida pela empresa DOT.

Outro longa que se destacou para o júri técnico foi "Depois da Chuva", pela atuação do ator Pedro Maia, que recebeu Menção Honrosa “por sua grata e surpreendente estreia no cinema, trazendo autenticidade e vitalidade para o filme no qual se insere”, como justifica o júri.

A Mostra Competitiva Nacional de Curtas-metragens distribuiu 11 prêmios para oito diferentes filmes. O curta “Os irmãos Mai”, de Thais Fujinaga, levou o Troféu Marlin Azul de Melhor Filme e ainda de melhor ator por Luis Mai e Recardo Mai. O curta aborda a história de dois irmãos de origem chinesa que saem pelo centro da cidade em busca de um presente para a sua avó.

Os capixabas

O público escolheu, por maior número de votos após cada sessão, o filme capixaba “Perto da minha casa”, de Carolini Covre e Diego Locatelli.

O júri técnico concedeu o Troféu Marlin Azul de Melhor Filme da Mostra para o documentário que investiga os ritos de passagem nas aldeias guarani do Espírito Santo, “Rei kwaapa”, de Ricardo Sá e Wera Djekupe.

Segundo justificativa do júri, o filme “Sinal vermelho”, de Naiara Bolzan e Cristina Margon, também mereceu destaque de Menção Honrosa “pelo olhar que revela com sensibilidade por meio de imagens precisas a arte de personagens que muitas vezes passam desapercebidas na paisagem urbana”.

Outro capixaba que saiu vencedor no Festival de Vitória foi “Meninos do Arco-Íris”, de Herbert Bastos e Lamartine Netto, que levou o Troféu Marlene de Melhor Filme da Mostra Quatro estações.

Na Mostra Corsária, em que são premiadas três obras como Melhor Filme – sem ordem de qualificação, saíram vencedores os curtas “O inverno de Zeljka”, de Gustavo Beck, “Olho Mágico”, de André Sampaio e “Memória da Memória”, de Paula Gaitán.

Festivalzinho

As crianças, por sua vez, votaram no melhor filme do Festivalzinho e o vencedor do Troféu Marlin Azul de melhor curta dessa 14ª edição foi “João, o galo desregulado”, de Alê Camargo e Camila Carrossine. O filme será convidado para ser re-exibido no Festivalzinho do próximo ano.

Segundo a diretora do Festival de Vitória, Lucia Caus, nesta edição comemorativa o festival celebrou a carreira de cada realizador que passou pelo evento:

- “É muito bom podermos acompanhar a trajetória desses cineastas, não só capixabas, como de todo país. Muitos deles exibiram o primeiro curta da carreira aqui e hoje retornam com um longa-metragem, é uma geração de duas décadas de cineastas extremamente profissionais, dedicados a pesquisar novas linguagens, estéticas, arriscam e experimentam sem medo e escolhem Vitória para mostrar seu filme, muitas vezes em estreia aqui, para um público que também só aumenta. Transformar em cinema um espaço na cidade que pode já não existir mais enquanto espaço cultural no próximo ano, e ver quase mil pessoas todos os dias em cada uma das sessões, é maravilhoso! Eu parabenizo a minha equipe, os realizadores que se sentem em casa quando vêm para o festival e ao público, que acompanha e se diverte com cada imagem projetada na tela”, afirma Lucia.

Vencedores dos Concursos

Além da premiação de filmes, foram anunciados também os vencedores dos dois Concursos do festival. O 2° Concurso de Mídias Alternativas, dentre 20 vídeos inscritos, concedeu o Troféu Marlin Azul e o prêmio de 1 aparelho I Phone 5 para o vídeo “Memória e afeto”, de Thaiana Gomes.

Pela soma dos votos na internet, através do site do festival (*), recebeu o Troféu Marlin Azul do Júri Popular o vídeo “Você Suportaria?”, de Sandy Vasconcelos.
(*) www.festivaldevitoria.com

Do 15° Concurso de Roteiro Capixaba saiu vencedor o roteiro “Pássaro de Papel”, de Leonardo Alves Ferreira, que recebe R$ 20 mil reais do festival para produção do curta-metragem proposto no roteiro. O filme realizado através do incentivo do Concurso será exibido na edição de 2014 do Festival de Vitória. O Roteiro foi selecionado entre os mais de 40 inscritos na 15ª edição do Concurso.

Prêmios Extras

Este ano, o Festival realizou parcerias com empresas do segmento cinematográfico e vai premiar com cópias de DCP o Melhor Longa-metragem da Mostra Competitiva Nacional “Avanti Popolo” e o Melhor Curta-metragem da Mostra Competitiva Nacional “Os irmãos Mai”. O prêmio extra de longa é oferecimento da DOT e o de curta é da Mistika Pós Produção.

A ABD Capixaba também concedeu nesta noite de sábado o Troféu ABD para o curta-metragem capixaba “Abrigo ao sol”, de Emerson Evêncio. O filme foi exibido na Mostra Competitiva Nacional de Curtas-metragens.

Exibições e festa

Após a Cerimônia de Premiação, o público ainda prestigiou o lançamento do curta Doppelganger, de Giandro Gomes, vencedor do Concurso de Roteiro em 2012. Na sequência, foi exibido o premiadíssimo “Tatuagem”, de Hilton Lacerda. Para celebrar encerramento do Festival, no lounge da Estação Porto foi realizada uma festa sob o comando do DJ Dolores, músico pernambucano autor da trilha de “Tatuagem”. A festa também contou com os DJS Regina Destéfani, Renato Costa Neto e Shita Yamashita.


Premiações – Festival de Vitória – 20ºVitória Cine Vídeo:

III MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE LONGAS

Troféu Marlin Azul - Melhor Filme deLonga-Metragem: Avanti Popolo, de Michael Wahrman.

Menção Honrosa concedida pelo júri ao ator Pedro Maia por sua atuação em "Depoisda Chuva".

“Por sua grata e surpreendente estreia no cinema, trazendo autenticidade e vitalidade para o filme no qual se insere, o júri do 20ºVitória Cine Vídeo concede uma menção honrosa para Pedro Maia, por sua atuação em Depois da Chuva”.


XVII MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS

Troféu Marlin Azul - Melhor Filme deCurta-Metragem: Os irmãos Mai, deThais Fujinaga.

Troféu Marlin Azul - Melhor Direção deCurta-Metragem: Marcelo Caetano, por Verona.

Troféu Marlin Azul - Melhor Fotografia deCurta-Metragem: Ivo Lopes Araújo, por Apocalipsede verão.

Troféu Marlin Azul - Melhor Roteiro deCurta-Metragem: Daniel Caetano, por Coisasnossas.

Troféu Marlin Azul - Melhor Concepção Sonora deCurta-Metragem: Pablo Lamar, por Tremor.

Troféu Marlin Azul - Melhor Montagem deCurta-Metragem: Caian Viola Andrade, por Pertoda minha casa.

Troféu Marlin Azul - Melhor Direção de Arte deCurta-Metragem: Maira Mesquita e Flora Rebollo, por Verona.

Troféu Marlin Azul - Melhor Atriz deCurta-Metragem: Fernanda Chicolet, por Colostro.

Troféu Marlin Azul - Melhor Ator deCurta-Metragem de Curta-Metragem: Luis Mai e Recardo Mai, por Os irmãos Mai.

TroféuMarlin Azul - Prêmio Especial do Júri para Curta-Metragem: Doutor, meu filho é animador, de Marcos Magalhães.

Troféu Marlin Azul - Júri Popular paraCurta-Metragem: Perto da minha casa,de Carolini Covre e Diego Locatelli.


II MOSTRAFOCO CAPIXABA

Troféu Marlin Azul - Melhor Filme do FocoCapixaba: Reikwaapa, de Ricardo Sá eWera Djekupe.

Menção Honrosa concedida pelo Júri ao filme Sinal Vermelho, de Naiara Bolzan eCristina Margon

“Pelo olhar que revela comsensibilidade por meio de imagens precisas a arte de personagens que muitasvezes passam desapercebidas na paisagem urbana, o júri atribui menção honrosada Mostra Foco Capixaba ao filme SinalVermelho, de Naiara Bolzan e Cristina Margon”.


II MOSTRA CORSÁRIA

Troféu Corsário - Melhor filme: Olho Mágico, de André Sampaio.

Troféu Corsário - Melhor filme: O inverno de Zeljka, de Gustavo Beck.

Troféu Corsário - Melhor filme: Memória da Memória, de Paula Gáitan.


III MOSTRA QUATRO ESTAÇÕES

Troféu Marlene: Meninos do Arco-Íris, de Herbert Bastos e Lamartine Netto.

15°CONCURSO DE ROTEIRO CAPIXABA

Roteiro “Pássaro de Papel”, de Leonardo Alves Ferreira.

Suplentes:

1°suplente: “Talvez Amanhã”, de Jefinho Pinheiro.

2°suplente: “Caçador de Gatinhos”, de Camila Ribeiro Miranda, PedroPulino Melatte, Victor Nascimento Neves.

Justificativa do júri:

- “O roteiro ‘Pássaro de Papel’, deLeonardo Alves Ferreira, se destaca pela sua estrutura elaborada epela visão singular e sensível sobre a importância da imagem na fixação damemória. Ao brincar com o real e o imaginário na linguagem do cinema, o autorprovoca uma reflexão sobre a efemeridade atual da imagem fotográfica. Indicamoscomo primeiro e segundo suplentes, respectivamente, os roteiros ‘TalvezAmanhã’, de Jefinho Pinheiro, e ‘Caçador de Gatinhos’, de Camila RibeiroMiranda, Pedro Pulino Melatte, Victor Nascimento Neves”.

II CONCURSO MÍDIAS ALTERNATIVAS

Troféu Marlin Azul - Júri Popular Mídias Alternativas: Você Suportaria?, de Sandy Vasconcelos.

Troféu Marlin Azul - Júri Técnico Mídias Alternativas: Memória e afeto, de Thaiana Gomes.


14ºFESTIVALZINHO

Troféu Marlin Azul - Júri Popular 14º Festivalzinho: João, o galo desregulado, de AlêCamargo e Camila Carrossine.

Com informações de Danielle Ewald

COMENTAR

COPYRIGHT© 2007-2014 Don Oleari Ponto Com - Todos os direitos reservados - aldeia verbal produções e jornalismo - CNPJ: 15.265.070/0001-49